Jeitinho ansioso de ser (desabafo)

65c6416aabf525151301311dcaad8da0”Será que isso vai durar uma vida toda? Quantas pessoas ainda vão sofrer pela minha ansiedade? Quantas vezes ainda eu vou me prometer e jurar que eu vou tentar me controlar só pra ver quem eu amo feliz?”  Ser ansioso em excesso faz muito mal, não só pra pessoas que convivem, mas também pra quem é. Medos, angústias e preocupações anormais não deveriam fazer parte de um cotidiano. Eu sou ansiosa… muito. É uma luta interna diária contra os males que meu próprio cérebro cria só pra me deixar triste, sofrer por antecipação é algo que eu não desejo pra ninguém. Me confronto com situações difíceis (pra mim e pro meu cérebro) quase todos os dias e finalmente to conseguindo me conhecer melhor, entender melhor o que se passa no meu coração e quem sabe tirar 100% desses sentimentos ruins de dentro de mim.

Tenho muito medo do desconhecido e não saber o que vai acontecer comigo depois de morrer é desesperador. Mas meu maior medo, o maior de todos MESMO, é perder quem eu amo de verdade. ”E se a gente virar pó quando morrer?”, ”E se o céu não existir?”, ”E se tudo o que se sabe sobre tudo até hoje, foi fruto de uma obra do acaso?”. Hoje eu sei que Deus tem vários nomes, e um deles é acaso. Quando converso com Ele pela noite, exponho minhas inseguranças e de alguma maneira eu sei que tem alguém me ouvindo, sei que tem alguém pronto pra me acalmar. Quando eu entro em parafuso é sempre assim, meus pais, meu namorado, minhas amigas, minha tia e Deus estão sempre prontos pra me acalmar. Na verdade acabei de sair de um parafuso, pra falar mais a verdade ainda, não faz nem 10 minutos e pra falar mais a verdade possível, acho que foi por isso que comecei esse post.

”Ok, ser ansioso faz parte, ter medo do desconhecido também e não querer perder quem a gente ama é mais do que normal!” Sim, eu sei… mas excessivamente faz muito mal e sofrer por antecipação faz você perder um tempo precioso! (Estou quase entrando em parafuso de novo, mas vamos lá) O segredo acho que tá dentro da nossa cabeça, laaaaaa dentro, em algum lugarzinho escuro e esquecido cercado de neurônios neuróticos que não querem deixar o pensamento entrar de jeito nenhum! Pré-ocupação… uma vez uma mulher muito inteligente separou a palavra desse jeitinho pra mim: ”pré-ocupação”, não preciso nem explicar né? O que há de errado em ser feliz? NADA. Se algo tiver que acontecer, infelizmente vai acontecer… se eu puder (e souber como) impedir, eu vou me jogar de cara e vou fazer, você pode ter certeza que eu vou fazer.

Pensar em coisas boas e se preocupar com o que realmente importa são a chave… aos poucos eu vou transformando medos em ideias e dúvidas em orações. É oficial, to escrevendo esse post em parafuso. Paro e penso: ”ta tudo bem”. E está tudo bem mesmo. É vivendo isso que eu vou aprendendo a controlar meus pensamentos e sentimentos (a.k.a cérebro e coração) e é uma evolução constante, hoje sou mais madura do que ontem, e amanhã com certeza serei mais madura do que hoje. O processo é esse, lento e gradual, não se pode mudar os conceitos da água pro vinho. Foi só um desabafo, obrigada notebook pela paciência e pelas aguinhas salgadas que escorreram aí no seu teclado, foi por uma boa causa viu?

Esse post é um obrigado imenso aos meus pais, ao Leo, as minhas amigas e a minha tia, e um pedido de desculpas também, eu amo muito muito muito muito muito muito vocês. ♥ 

Comente! ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s