No meu criado mudo: A Esperança

A-esperançaÉ isso aí… acabei de terminar a trilogia que incrivelmente capturou minhas emoções de um jeito diferente que nenhum outro livro havia feito. Não pense que faço rios de elogios à todos os livros que leio, até porque não faço… na verdade sou meio crica quando o assunto é esse. Que menina incrivelmente única Katniss se tornou através das mãos de Suzanne Collins, que história brutal, mas inesquecivelmente bonita.

Não posso deixar de mencionar que ter em mente já os rostos de Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Willow Shields, Woody Harrelson e até mesmo Philip Seymour Hoffman, tornaram a história ainda mais possível e real. Eu juro também que não quero que esta resenha (que não é uma resenha) pareça superficial demais e fale apenas de como o livro é bacana e de como estou admirada por Peeta e Katniss.

Realmente acho que desde o começo torci pelos dois, desde o primeiro filme… antes mesmo de começar a ler os livros. Mas o enredo vai bem além da história de Katniss e Peeta ou e Gale como um casal, é uma contagiante (me desculpe, não tenho termo melhor para definir) narrativa sobre amizade, lealdade, amor e esperança. Talvez eu esperasse algo mais bonito para o final do livro, mais enfeitado ou sei lá, mas me pareceu bem real, o começo de “A Esperança” é um pouco cansativo sim, preciso admitir, mas não demora muito pra que a história volte a ser intrigante.

Não vou contar o final! Leia e descubra, talvez até venha aqui e comente o que achou do desfecho… Se alguém quiser saber o que EU achei, procure nos  comentários desse post, vou pra lá agora escrever. A propósito, obrigada Suzanne Collins mais uma vez, que bom que existem pessoas com uma mente tão criativa para presentear os leitores com inesquecíveis personagens. ♥

Um comentário sobre “No meu criado mudo: A Esperança

  1. gabrielagimenes disse:

    Continuando… algumas resenhas apontam leitores decepcionados com o final, bom, a pesar das tristes (e muitas) mortes acredito que Peeta e Katniss conquistaram o que mais parece próximo de um final feliz. Alguns dizem até que Katniss escolheu Peeta porque Gale foi morar em outro distrito, se ela realmente o amasse, teria ido atrás dele, ela não era de segurar o que sentia. Um outro momento que prova seu amor por Peeta é durante a sua conversa com Finnick quando ele diz que acreditava que os dois viviam uma farça, até perceber que ela o amava de verdade, de um modo que nem ela mesma sabia. Bom, nunca saberemos a verdade mas eu gosto da sensação de que seu amor era verdadeiramente de Peeta… Byeeee!

Comente! ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s