Paris | Pont des Arts

Dia nublado e a lateral da Pont des Arts quase vazia ♥

Dia nublado e a lateral da Pont des Arts quase vazia ♥

Definitivamente a Pont des Arts foi um dos lugares que eu mais gostei em Paris. Essa ponte é a mãe das pontes onde coloca-se cadeados porque é a mais tradicional e a que contém a maior quantidade deles pendurados por toda sua estrutura. O que acabou rendendo um problemão pra prefeitura de Paris depois de parte do seu parapeito ter cedido e despencado no rio Sena, em junho do ano passado, devido ao peso. Não tirei essa foto aí em cima da passarela da ponte, tirei da lateral, a passarela foi interditada por vários tapumes de madeira (de aproximadamente 1,20 metros de altura) pra evitar que turistas sobrecarregassem a ponte com seus cadeados.

Ponte interditada por tampumes de madeira, se você observar direitinho vai perceber os cadeados aparecendo entre a proteção

Ponte interditada por tampumes de madeira, se você observar direitinho vai perceber os cadeados aparecendo entre a proteção

Entre 1802 e 1804, sob o reinado de Napoleão Bonaparte, uma ponte metálica de 155 metros de extensão foi construída para a passagem de pedestres no local onde hoje se encontra a Pont des Arts. Em 1976 um inspetor declarou que a ponte sofria deficiências e precisava ser interditada. Alguns dos danos notados foram causados durante bombardeios na Primeira e Segunda Guerras Mundiais. A ponte foi fechada em 1977 e em 1979 sofreu um colapso de 60 metros depois de ser atingida por uma barca. A atual Pont des Arts foi construída entre 1981 e 1984 com algumas alterações que facilitariam a passagem de barcos, como por exemplo reduzir o número de seus arcos de 9 para 7.

O lado de fora da ponte

O lado de fora da ponte

A ponte já serviu algumas vezes para exibições de arte e hoje funciona como um studio en plein air (estúdio ao ar livre) para pintores, artistas e fotógrafos, o lugar também pode ser usado para piqueniques durante o verão. O mais engraçado é que o povo não tá nem aí pro estado da ponte, turistas colocam cadeado onde você menos imagina! Nos corrimões, nos postes, nos lixos próximos, nos bancos e em qualquer outro lugar onde se possa pendurar um cadeado. Eu fico imaginando a quantidade de chaves que devem estar afundadas nessa área do rio, reza a lenda que depois de trancar o cadeado na ponte com o seu nome e o do seu amor nele gravados, você precisa jogar a chave no Sena, como um sinal do comprometimento do casal.

Pont des Arts

Love locks ♥

Segundo informações do jornal Le Monde, haveriam cerca de 700000 cadeados até janeiro de 2014. É muita coisa gente! Esses pequenos símbolos do amor podem pesar cerca de 300 quilos por metro. Haja estrutura pra aguentar um peso desses. Até petições foram criadas pra que tal prática fosse banida, a Pont des Arts é um monumento histórico e seria, no mínimo, triste vê-la desabar. Em agosto do ano passado, a prefeitura de Paris começou uma campanha para, ao invés de colocar cadeados, tirar um selfie e postar uma foto com a hashtag #lovewithoutlocks (amor sem cadeados ou amor sem trancas). O logo da campanha seria algo mais ou menos assim “Nossas pontes não podem mais sustentar seus gestos de amor, liberte-as declarando seu amor através da #lovewithoutlocks“, iniciativa super fofa, né?

libellule

Um comentário sobre “Paris | Pont des Arts

Comente! ♥

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s